A Lua de hoje – 31.Ago.2018

Em que lua estamos?

Lua Decrescente

A lua de hoje está 77.12% visível e está a decrescer. Faltam 32 dias para a fase Quarto Minguante.

Distância da Lua à Terra: 382.467.83 km
Idade da Lua: 19.45 dias
Fase da Lua: Decrescente
Próxima fase da Lua: Quarto Minguante
Visibilidade da Lua: 77.12%

 

Afinal as nuvens desapareceram e às 03:00am visualizei a Lua no meu backyard. Para não ter de esperar pelas 06:30am na parte da frente do prédio onde já teria ângulo para as imagens, “despachei” logo ali a sessão e aqui fica o resultado:












[vasaioqrcode]

[powr-hit-counter id=412c4f01_1535710878728]

See also Blogs Spacenews and Lab Fotográfico

594: A Lua de hoje- 30.Ago.2018

EFEMÉRIDES ASTRONÓMICAS – AGOSTO
Amanhã:

Hoje, foi dia de não existirem nuvens no céu e efectuei duas sessões: uma às 05:00am e outra uma hora depois, dada a posição quase vertical da Lua a partir da minha janela da frente do prédio na primeira sessão.

Um conhecido – amigos só considero todos aqueles que sempre se interessaram por mim e infelizmente esses desapareceram todos -, disse-me há tempos, quando ainda publicava estas imagens no meu registo do Facebook, que as fotografias eram muito giras mas eram sempre iguais.

Por essa medida de ideia, a nossa vida também é uma rotina diária e nós não nos cansamos dela. Poderão existir uns dias melhores que outros, mas o ser humano adapta-se a esses altos e baixos, tal como o camaleão adapta-se à cor do terreno onde se encontra.

Fotografar sempre foi uma paixão de miúdo e pese o facto de nunca ter tido orçamento para adquirir os equipamentos que desejaria, fiquei sempre pelas meias tintas e com elas pintar o quadro da melhor forma que sentia.

Fotografar a Lua, deixou de ser uma curiosidade e tornou-se numa paixão. Só as condições adversas atmosféricas impedem-me de fotografá-la seja a que hora do dia ou da noite for, por isso, quem entender que este trabalho é chato por ser repetitivo, tem um bom remédio: não o veja.

Mas vamos às imagens de hoje que estão um pouco desalinhadas dado que foram captadas a partir da montagem da câmara num mini-tripé Genesis, no parapeito da janela e sem os comandos suaves da montagem equatorial do telescópio que obrigaria a ter de esperar pelas 07:00am, já com luz de dia, para o fazer.

Em que lua estamos?

Lua Decrescente

A lua de hoje está 85.19% visível e está a decrescer. Faltam 4 dias para a fase Quarto Minguante.

Distância da Lua à Terra: 387.214.93 km
Idade da Lua: 18.48 dias
Fase da Lua: Decrescente
Próxima fase da Lua: Quarto Minguante
Visibilidade da Lua: 85.19%

 










[vasaioqrcode]

[powr-hit-counter id=fe8e1827_1535608735214]

See also Blogs Spacenews and Lab Fotográfico

A Lua de hoje – 28.Ago.2018

 

Em que lua estamos?

Lua Decrescente

A lua de hoje está 99.11% visível e está a decrescer. Faltam 7 dias para a fase Quarto Minguante.

Distância da Lua à Terra: 399.427.43 km
Idade da Lua: 15.65 dias
Fase da Lua: Decrescente
Próxima fase da Lua: Quarto Minguante
Visibilidade da Lua: 99.11%

 

Afinal não choveu, não houve trovoada nem granizo, pelo menos na minha região de Lisboa. Mas o seeing continua.










[vasaioqrcode]

[powr-hit-counter id=57d820e7_1535414816907]

See also Blogs Spacenews and Lab Fotográfico

591: 27.Ago.2018: Aguaceiros, trovoada e granizo

 

O Borda d’Água de serviço informa que existe a possibilidade de ocorrência de aguaceiros, trovoada e queda de granizo para esta segunda-feira. Na terça está prevista descida acentuada da temperatura máxima.

Pelo menos, as nuvens já começaram a aparecer…




[vasaioqrcode]

[powr-hit-counter id=949c1190_1535362172424]

See also Blogs Spacenews and Lab Fotográfico

A Lua de hoje – 26.Ago.2018

 

Em que lua estamos?

Lua Crescente

A lua de hoje está 100.00% visível e está a crescer. Faltam 0 dias para a fase Lua Cheia.

Distância da Lua à Terra: 402.238.17 km
Idade da Lua: 14.74 dias
Fase da Lua: Crescente
Próxima fase da Lua: Lua Cheia
Visibilidade da Lua: 100.00%

.
Continuação de bastante seeing









[vasaioqrcode]

[powr-hit-counter id=3628f659_1535326634356]

See also Blogs Spacenews and Lab Fotográfico

589: Vai poder tirar selfies com galáxias com a nova app da NASA

Imagem: NASA

A NASA tem toda uma panóplia de aplicações para smartphone, algumas mais viradas para áreas mais profissionais… e outras nem tanto. As duas novas aplicações da agência espacial inserem-se justamente no segundo grupo. 

As aplicações NASA Selfies e a TRAPPIST-1 foram lançadas para assinalar o aniversário de quinze anos do telescópio Spitzer Space. A primeira é a NASA Selfies e não podia haver um nome mais óbvio. A aplicação, que está disponível para iOS e Android, permite criar as próprias selfies espaciais sem sair do planeta Terra.

Quase como um filtro do Instagram ou Snapchat, o utilizador “veste” um fato espacial e pode tirar uma selfie com algumas das imagens captadas ao longo dos anos pelo telescópio. Também há uma parte de aprendizagem, claro, já que é possível aprender mais sobre as imagens e perceber em que condições foram captadas. Há cerca de 30 imagens diferentes que podem servir de cenário a estas selfies.

A outra aplicação lançada é a TRAPPIST-1, uma experiência de realidade virtual para os dispositivos Óculos e HTC Vive. A ideia passa por dar a oportunidade de fazer uma excursão pelo sistema planetário TRAPPIST-1, que conta com sete planetas de dimensões semelhantes à Terra.

A NASA explica que este sistema planetário está demasiado afastado para que os telescópios possam captar imagens reais, portanto a experiência de realidade virtual tira partido de simulações feitas por artistas, que se basearam nos dados captados pelo Spitzer ao longo destes quinze anos.

Para quem não tiver um headset de realidade virtual, está disponível uma versão em 360º da experiência, que dá a possibilidade de fazer a excursão através do desktop ou de smartphone com os Google Cardboard.

DN_Insider
Quinta-feira, 23 Agosto 2018
Cátia Rocha

(Foi corrigido 1 erro ortográfico ao texto original)



[vasaioqrcode]

[powr-hit-counter id=b1fb65d2_1535302227890]

Por-da-Lua – 26082018@06:24am

Há uns tempos atrás, sem querer, fui à janela para ver o tempo e na mesma fase da Lua em que hoje se encontra e no mesmo horário (06:32am), deparei-me com belíssimas imagens que tratei logo de captar e que até serviram para o logo deste Blogue e do Blogue Spacenews.

Hoje, a sequência de imagens foi maior, pese o facto de existir um enorme seeing (¹) atmosférico o que se traduz nas imagens que parecem estar desfocadas. Mas o tema é fantástico, aliado à cor da Lua avermelhada – não é nenhuma Lua de Sangue -, mas o por-da-Lua já de madrugada e com o Sol a despertar no horizonte. Fica o registo desta sessão extra:

– (¹) Seeing: fenómeno provocado pela turbulência atmosférica é a cintilação, que é a variação ao longo do tempo da intensidade da luz que chega ao observador. Esta mudança de intensidade é devida à variação rápida da direcção do feixe de luz oriunda da fonte luminosa. O seeing, por sua vez, está associado a variações na posição, na forma e no tamanho das imagens das estrelas. (in Wikipedia)












[vasaioqrcode]

[powr-hit-counter id=6ffe6583_1535283778448]

A Lua de hoje – 25.Ago.2018

 

Em que lua estamos?

Lua Crescente

A lua de hoje está 99.01% visível e está a crescer. Faltam 1 dias para a fase Lua Cheia.

Distância da Lua à Terra: 404.219.43 km
Idade da Lua: 13.83 dias
Fase da Lua: Crescente
Próxima fase da Lua: Lua Cheia
Visibilidade da Lua: 99.01%

 
Muita turbulência atmosférica (seeing).



Dado que a Nikon Coolpix B500 não possui rosca para filtros/para-sol (vá lá saber-se porquê…), hoje experimentei dois filtros sobrepostos à frente da objectiva (seguros com a mão): um Hoya Pro1 Digital MC PL-C (polarizador) e um Hoya Star-Six (seis estrelas). O resultado foi este:





[vasaioqrcode]
See also Blogs Spacenews and Lab Fotográfico