1001: O céu nocturno de Outubro em 2019

Todos os planetas visíveis a olho nu podem ser observados no céu nocturno de Outubro de 2019

Mercúrio será visível ao anoitecer na constelação de Virgem, movendo-se para a constelação de Balança. Encontra-se na direcção Sudoeste.   A sua magnitude no inicio do mês varia de -0,5 a 0,1. Consulte aqui toda a informação sobre a “Observação de Mercúrio” e sobre a “Visibilidade de Mercúrio em 2019”.

Vénus será visível ao anoitecer na constelação de Virgem, movendo-se para a constelação de Balança. No dia 3, Vénus estará a 3°N de Espiga pelas 2 horas. Encontra-se na direcção Sudoeste. A sua magnitude ao longo do mês varia de -3,8 a -3,7.

Marte será visível ao amanhecer na constelação de Virgem, a sua tonalidade avermelhada auxiliará a sua identificação. Encontra-se na direcção Sudeste. A sua magnitude ao longo do mês é de 1,8.

Júpiter será visível ao anoitecer na constelação de Ofíuco.  No dia 3, Júpiter estará a 1,9°S da Lua pelas 21 horas.Encontra-se na direcção Sudoeste. A sua magnitude ao longo do mês varia de -2,1 a -1,9.

Saturno será visível ao anoitecer na constelação de Sagitário. Encontra-se na direcção Sudoeste. A sua magnitude ao longo do mês varia de 0,5 a 0,6.

Fig. 1 – Céu visível às 20:30 horas do dia 1 de Outubro em Lisboa mostrando os planetas Júpiter e Saturno.


Fig. 2 – Céu visível às 07:00 horas do dia 15 de Outubro em Lisboa mostrando o planeta Marte e as estrelas mais brilhantes Sírio, Capela, Rígel, Prócion e Betelgeuse.


Tabela do nascimento, passagem meridiana e ocaso dos planetas.


Úrano e Neptuno também visíveis no céu nocturno de Outubro

Úrano, estará visível na constelação de Peixes e Neptuno estará visível na constelação de Aquário, onde permanecerá durante todo o resto do ano. Os planetas Úrano e Neptuno terão de ser observados com telescópio, já que nunca são visíveis à vista desarmada.

Para obter mais informação sobre a “Visibilidade dos Planetas” consulte no nosso site a página Almanaques/Dados de 2019/ Visibilidade dos Planetas em 2019 e consulte também a tabela Nascimento, Passagem Meridiana e Ocaso dos planetas (Lisboa).

A chuva de meteoros das Dracónidas e  das Oriónidas em Outubro

Nesta altura do ano, temos as duas chuvas de meteoros das Dracónidas e das Oriónidas. O instante da actividade máxima das Dracónidas é no dia 9 às 06 horas, na fase de Lua Crescente e um período de actividade muito curto (Período de Visibilidade de 06/10 a 10/10). As Dracónidas (também chamado Giacobínidas) é uma chuva de meteoros que está associada ao cometa Giacobini-Zinner.

As Oriónidas terão o instante da actividade máximano no dia 22 pelas 20 horas um dia depois do Quarto Minguante e um período de actividade mais alargado (Período de Visibilidade de 02/10 a 07/11). Esta chuva de meteoros resulta dos detritos deixados pelo cometa Halley, que passou a última vez pela Terra em 1986.

Como tanto as Dracónidas como as Oriónidas são chuvas de fraca intensidade, para as observar aconselhamos evitar noites nubladas e a poluição luminosa das grandes cidades, e procurar um horizonte desimpedido.

O nome “Dracónidas” resulta dos traços das suas estrelas cadentes nos parecerem sair dum ponto da constelação do Dragão, assim o radiante da chuva das Dracónidas encontra-se na constelação do Dragão.
O mesmo acontece com o nome da chuva das Oriónidas pois o seu radiante está na constelação de Orionte.

Informação sobre as Dracónidas e as Oriónidas

Nota: os instantes estão referenciado à hora de verão para Portugal continental.

Para obter mais informação sobre “Enxames de meteoróides”, e também um a pequena informação sobre a história deste enxame, consulte no nosso site a página Enxames de Meteoróides.

Fases da Lua em Outubro

Como é bem conhecido, as fases da lua são determinadas pelas posições relativas do sistema sol-lua-terra. À medida que a Lua se move à volta da Terra, ambos os astros progridem à volta do sol, ocorrendo todos os meses Lua Cheia quando há um alinhamento do tipo Sol–Terra–Lua. A Lua Nova ocorre quando há um alinhamento do tipo Sol–Lua–Terra e nas posições intermédias ocorrem o Quarto Crescente e Quarto Minguante. O período que a Lua demora para passar pela mesma fase é de 29,5 dias, conhecido como mês sinódico (ou uma lunação).

Fig. 3 – A órbita lunar com excentricidade aproximada, para mostrar o conceito.

Para obter mais informação sobre as “Fases da Lua” consulte no nosso site a página Almanaques/Dados de 2019/ Fases da Lua e consulte também a tabela Nascimento, e Ocaso da Lua (Lisboa)

A órbita lunar em Outubro

A órbita da Lua é aproximadamente uma elipse de excentricidade média 5,5%. A lua demora 27,3 dias a completar a translação (um mês lunar). A órbita elíptica faz com que a Lua ora esteja mais perto, ora mais longe da Terra. O ponto orbital mais próximo da Terra é denominado Perigeu e o ponto mais afastado chama-se Apogeu. A distância média Terra-Lua é <dTL>= 384.400 km. A tabela abaixo indica os instantes do apogeu e perigeu lunar com a distância da Terra à Lua em unidades de RT (Raio Terrestre).


Tabela com a informação sobre o Apogeu e Perigeu lunar

OAL – Observatório Astronómico de Lisboa
30 Set 2019





 

1000: 30.Set.2019

Lisbon, Portugal — Moonrise, Moonset, and Moon Phases, Outubro 2019

 

Moon: 7.2%

Waxing Crescent

Current Time: 1 de Out de 2019, 0:07:26
Moon Direction: 288,92° WNW
Moon Altitude: -37,61°
Moon Distance: 365.254 km
Next Full Moon: 13 de Out de 2019 22:07
Next New Moon: 28 de Out de 2019 3:38
Next Moonrise: Today 10:31

 
Fim de tarde em Lisboa com algumas nuvens no céu;

30092019@19:52

… e um pouco mais tarde o calhau apareceu ainda muito fininho e com luz de dia e algumas nuvens à mistura. Não valeu a pena estar a montar o telescópio, fiquei pela Nikon B500-900mm.






 

999: 29.Set.2019

Lisbon, Portugal — Moonrise, Moonset, and Moon Phases, Setembro 2019

 

Moon: 0.2%

New Moon

Current Time: 29 de Set de 2019, 0:33:01
Moon Direction: 332,79° NNW
Moon Altitude: -47,37°
Moon Distance: 358.549 km
Next Full Moon: 13 de Out de 2019 22:07
Next New Moon: 28 de Out de 2019 3:38
Next Moonrise: Today 8:05






 

NBO – Northolt Branch Observatories

Hoje é o nosso 4º aniversário!

Muito obrigado por acompanhar o nosso trabalho. Estamos à espera de ver muitos mais asteróides. Espero que não seja muito perto 😜

Cumprimentos,

A equipe do NBO.





997: 28.Set.2019

Lisbon, Portugal — Moonrise, Moonset, and Moon Phases, Setembro 2019

 

Moon: 1.1%

Waning Crescent

Current Time: 28 de Set de 2019, 0:32:10
Moon Direction: 352,58° N
Moon Altitude: -44,76°
Moon Distance: 357.816 km
Next New Moon: 28 de Set de 2019 19:26
Next Full Moon: 13 de Out de 2019 22:07
Next Moonrise: Today 6:50





 

996: 27.Set.2019

Lisbon, Portugal — Moonrise, Moonset, and Moon Phases, Setembro 2019

 

Moon: 4.7%

Waning Crescent

Current Time: 27 de Set de 2019, 0:00:43
Moon Direction: 0,63° N
Moon Altitude: -39,64°
Moon Distance: 359.024 km
Next New Moon: 28 de Set de 2019 19:26
Next Full Moon: 13 de Out de 2019 22:07
Next Moonrise: Tomorrow 5:35
Créditos: timeanddate.com

Stellarium





 

995: 26.Set.2019

Lisbon, Portugal — Moonrise, Moonset, and Moon Phases, Setembro 2019

 

Moon: 11.6%

Waning Crescent

Current Time: 25 de Set de 2019, 23:55:16
Moon Direction: 14,86° NNE
Moon Altitude: -33,90°
Moon Distance: 361.946 km
Next New Moon: 28 de Set de 2019 19:26
Next Full Moon: 13 de Out de 2019 22:07
Next Moonrise: Tomorrow 4:20






 

994: 25.Set.2019

25092019@07:00

Infelizmente, são 07:00, o dia está a nascer e embora o céu esteja limpo, o calhau ainda não apareceu na minha zona de observação, por isso, não vale a pena continuar à espera dele. Fica para a próxima fase lunar.

Lisbon, Portugal — Moonrise, Moonset, and Moon Phases, Setembro 2019

 

Moon: 18.0%

Waning Crescent

Current Time: 25 de Set de 2019, 5:55:55
Moon Direction: 88,44° E
Moon Altitude: 29,43°
Moon Distance: 365.036 km
Next New Moon: 28 de Set de 2019 19:26
Next Full Moon: 13 de Out de 2019 22:07
Next Moonset: Today 17:48

Créditos: timeanddate.com





 

993: 24.Set.2019

Lisbon, Portugal — Moonrise, Moonset, and Moon Phases, Setembro 2019

 

Moon: 30.3%

Waning Crescent

Current Time: 23 de Set de 2019, 23:45:28
Moon Direction: 37,96° NE
Moon Altitude: -19,98°
Moon Distance: 371.396 km
Next New Moon: 28 de Set de 2019 19:26
Next Full Moon: 13 de Out de 2019 22:07
Next Moonrise: Tomorrow 2:00
Créditos: timeanddate.com
23092019@23:50

Não sei como vai estar o céu entre as 05:30 e as 06:00 horas de logo, mas se estiver como o desta madrugada, sem nuvens, talvez deixe preparado o equipamento para uma sessão fotográfica.


24092019@06:00
Sessão anulada devido ao céu encontrar-se coberto por nuvens.





 

992: Equinócio de Outono 2019

Em 2019 o Equinócio de Outono ocorre no dia 23 de Setembro às 08:50 horas. Este instante marca o início do Outono no Hemisfério Norte. Esta estação prolonga-se por 89,812 dias até ao próximo Solstício que ocorre no dia 22 de Dezembro às 04:19 horas. Consulte aqui toda a informação sobre o “Começo das Estações em 2019”.

A figura mostra o ângulo de incidência dos raios solares em relação ao eixo da Terra, durante os equinócios.

Equinócio: instante em que o Sol, no seu movimento anual aparente, passa no equador celeste. A palavra de origem latina aequinoctium agrega o nominativo aequus (igual) com o substantivo noctium, genitivo plural de nox (noite). Assim significa “noite igual” (ao dia), pois nestas datas o senso comum diz-nos que o dia e a noite têm igual duração.

No entanto não é bem assim. Os equinócios estão definidos como o instante em que o ponto central do sol passa no equador e, por isso, efectivamente o centro solar nasce no ponto cardeal Este e põe-se exactamente a Oeste.

Assim, entre o instante da manhã em que o Sol está a uma distância zenital de 90º e o instante da tarde em que se encontra novamente a uma distância zenital de 90º passam-se 12 horas. (Note-se que como a Terra avança na sua órbita ao longo do dia, o Sol não se mantém no equinócio todo o dia e isso leva a uma pequena alteração deste intervalo de tempo.

Contudo, mesmo que este intervalo fosse de 12 horas, este facto não resultaria numa duração do dia solar de 12 horas pois o Sol não é um ponto, tem um diâmetro. Sabemos que o diâmetro aparente do Sol é de 32′ (minutos de arco).

Além disso a refracção atmosférica  faz com que quando vemos o bordo superior no horizonte, o sol se encontra cerca de 50abaixo do horizonte (ou seja mais abaixo do que os 32′ em que estaria se não houvesse refracção). A luz directa no chão surge quando o bordo superior do Sol nasce (estando o Sol a uma distância zenital de 90º50′) e, no ocaso, a luz directa desaparece quando o bordo superior toca o horizonte (estando o Sol a uma distância zenital de 90º50′).  Assim, estes 100 minutos de arco extra (50′ x 2) produzem 7 minutos a mais de luz solar directa.

Por esta razão, no equinócio a duração do dia é cerca de 7 minutos maior do que a duração da noite. Só uns dias mais tarde, quando o Sol tiver uma declinação um pouco menor, teremos a duração da noite e do dia efectivamente iguais. Isso acontecerá no dia 26 de Setembro de 2019, em que haverá muito perto de 12 horas de luz solar directa no solo. Nesse dia o disco solar nasce às 07:27:26 horas e põe-se às 19:27:49 horas (em Lisboa), diferindo a duração do dia e da noite em apenas 23 segundos.

OAL – Observatório Astronómico de Lisboa
20 Set 2019