1501: Vem aí uma chuva de Perseidas: Lua Nova vai ajudar a ver

ASTRONOMIA

A habitual chuva de meteoros das Perseidas começou no dia 17 de julho e termina a 24 de agosto
Foto: AFP

A famosa chuva de meteoros das Perseidas do mês de Agosto atinge o pico na noite de amanhã, dia 12 de Agosto, entre as 20 horas e as 23 horas. Para ver o céu a olho nu o melhor momento é a partir das 21.30 horas de amanhã.

Com a Lua Nova, os dias 12 e 13 de Agosto têm as melhores condições para a observação da chuva de meteoros. Leonel Godinho, responsável e um dos fundadores do Observatório do Lago Alqueva, diz que a chuva “coincide com a Lua Nova, o que permite ter o céu muito mais escuro e ver com mais facilidade a chuva de estrelas”. Leonel Godinho comenta ao JN que este ano já conseguiu observar algumas das estrelas cadentes e que “são extraordinárias, são mesmo muito grandes”.

A habitual chuva de meteoros das Perseidas começou no dia 17 de Julho e termina a 24 de Agosto. “As Perseidas são muito populares, por terem uma alta taxa de meteoros e ocorrem todos os anos no verão”. Este ano, estima-se que na noite de dia 12 passem 110 meteoros por hora, refere o Observatório Astronómico de Lisboa.

O responsável do Observatório do Alqueva refere que os sítios mais indicados para ver a chuva são locais “sem poluição luminosa, longe das cidades e onde não haja luz branca nas proximidades”. O OAL explicou ao JN que, com as condições adequadas para a observação da chuva de estrelas, a hora indicada é a partir das “22.15 horas quando inicia a noite fechada (crepúsculo astronómico vespertino) e até às 23 horas, período de actividade máximas”.

Monsaraz e Soutelo são alguns dos locais com visitas guiadas para observar a chuva de estrelas, com o Observatório do Lago Alqueva e a Borealis On Trekking, respectivamente.

Jornal de Notícias
Mariana Sousa Lopes
11/08/2021 às 17:28

©® astrofotography.eu é um domínio registado por F. Gomes

 

707: Na próxima semana há uma das chuvas de meteoros mais intensas do ano

Sexta-feira, dia 14 de Dezembro, vai acontecer uma das chuvas de meteoros mais intensas do ano e será visível em Portugal. Fique a saber quais são as melhores horas para observar este fenómeno astronómico.

No próximo dia 14 de Dezembro, sexta-feira, vai acontecer uma das chuvas de meteoros mais intensas do ano, com uma média de 120 meteoros por hora. Para assistir a este fenómeno astronómico só tem de olhar para o céu entre as 20h00 do dia 13, quinta-feira, e as 17h00 do dia 14.

«O pico de actividade está previsto para cerca do meio-dia, mas não desesperem, porque a Geminíadas são conhecidas por manter o número de meteoros por hora próximo do máximo durante quase um dia», explica Ricardo Cardoso Reis, do Planetário do Porto e Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, ao site Sul Informação.

Dois dias depois poderá também ter a sorte de ver o cometa 46P/Wirtanen, que passa no ponto de maior aproximação da Terra, na sua órbita de 5,4 anos à volta do Sol.

»Será a altura em que o cometa estará mais brilhante no nosso céu nos próximos 20 anos. Na realidade, as projecções para o brilho deste cometa apontam para uma magnitude no máximo de 3, o que o coloca ao alcance da visualização a olho nu», acrescenta o especialista que, ainda assim, recomenda a utilização de binóculos para melhor observar o cometa.

Diário de Notícias
Cátia Carmo
08/12/2018



[vasaioqrcode]
 

354: Em Abril, Portugal vai assistir a uma chuva de meteoros

© Reuters Em Abril, Portugal vai assistir a uma chuva de meteoros

No próximo mês de Abril, os fãs de fenómenos astronómicos vão poder assistir a uma chuva de meteoros, ideal também para os adeptos de fotografia, que podem captar belas imagens nocturnas (quem tiver câmaras de alta resolução, claro).

De acordo com o Observatório Astronómico de Lisboa, o evento vai ter lugar entre os dias 14 e 30 de Abril, mas o pico, ou seja, quando o fenómeno acontece com mais intensidade, deverá registar-se de 21 para 22 de Abril.

A página do Observatório refere, ainda, que às 19h de quinta-feira, no dia 22, está prevista a passagem de 18 meteoros por hora, a altura que deve, portanto, marcar na agenda para sair à rua e olhar para o céu.

MSN Notícias
Notícias Ao Minuto
09/03/2018


[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=1bd48c9d_1520635966320]