404: Sessão lunar 19.Abr.2018

 

19042018@19:50: Céu com alguma nebulosidade a preparar-se para um fim-de-semana de chuva, seguindo os meteorologistas de serviço. Hoje, consegui testar os três tubos ópticos e o resultado foi este:













Imagens acima obtidas com:

  • Câmara Canon EOS 760D
  • Disparador remoto Canon RS-60E3
  • Telescópio SkyWatcher refractor ∅80/400mm
  • Telescópio Bresser-Messier AR refractor ∅102/1000mm
  • Telescópio SkyWatcher Maksutov ∅127/1500mm
  • Montagem Equatorial SW EQ3-2 com 2 contrapesos Baader 2kg na dovetail
  • DX steel tube field tripod for astronomical mounts – Vixen Level
  • 2 tubos extensores Bresser-Messier
  • Buscador Skywatcher 9×50 com retícula iluminada
  • Ocular Kson 4mm Super Ortho ∅1,25″ em projecção fotográfica
  • Ocular GSO CPL 42mm ∅2″ em projecção fotográfica com extensor variável
  • Diagonal dieléctrica GSO 90º  2″
  • Filtro planetário #8
  • Filtro Explore Scientific ND-0.9 1,25″



[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=69ced76d_1524174943657]

 

373: SkyWatcher 80/400 refractor

Chegou hoje o tubo OTA refractor SkyWatcher 80/400 e já se encontra instalado por cima do SW Mak 127/1500. Segue-se um vídeo não de unboxing, mas para verificação do equipamento e mais algumas imagens da montagem dos dois tubos. O segundo contrapeso de 1kg também já foi roscado ao primeiro, ficando com um total de 2kgs na dovetail do Mak 127.


[slideshow_deploy id=’4517′]



[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=cb2dbb86_1521729089670]

 

363: Contrapeso Baader para dovetail

(actualização em 16/03/2018)

Dado os pesos existentes na traseira do tubo óptico (diagonal dieléctrica 2″, ocular CPL 42mm, anéis extensores, câmara DSLR, utilização de lente de Barlow, adaptador para fotografia de projecção com ocular ortoscópica, etc.) o contrapeso de 1kg ainda não é suficiente para equilibrar o conjunto, por isso, já mandei vir outro contrapeso de 1 kg para juntar a este, A união, faz-se por meio de um parafuso que segura o segundo contrapeso ao instalado na dovetail.

Chegou hoje (12/03/2018) o contrapeso de 1 kg da Baader Planetarium para o dovetail do Mak 127.Este contrapeso serve para compensar o peso na “traseira” do telescópio, no lugar onde são instalados todos os acessórios que formam o conjunto, de acordo com as necessidades individuais. Por exemplo e para ter uma ideia – os que desconhecem este tipo de trabalho -, a minha diagonal dieléctrica GSO de 2″, pesa 722 g; a ocular GSO CPL SuperView de 42mm, pesa 311 g e a Canon (sem objectiva, como é óbvio), com grip, duas baterias e corpo, pesa 1177 g. Total = a 2,210 kg! E já estou a pensar mandar vir outro contrapeso igual a este mas sem dovetail, para acoplar e formar 2 kg de contrapeso. Para fotografia, este equilíbrio é bastante necessário e útil, a fim de evitar tremideiras.

Ficam as imagens;



Amanhã devem chegar os anéis para testar a viabilidade de serem uma melhor opção que o suporte da Celestron, de piggyback, para a DSLR.



[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=e23bed86_1520851892566]

 
 

360: Setup em 15.Mar.2018

Hoje, deu-me para montar o meu estúdio fotográfico (background e projectores de estúdio) para fazer uns bonecos relacionados com o meu actual setup astronómico (de baixo perfil).

Não há Lua para fotografar, vem  o Sol, vai-se o Sol, vem a chuva e a ventania, vai-se a chuva e a ventania, nem tenho andado a par da actual fase lunar porque à noite, o estado do tempo é uma autêntica anemia. Por isso, há que matar o tempo com outras coisas que também se encontram ligadas à fotografia.

Assim, aqui fica o trabalho de hoje:




Equipamento astro-fotográfico:

  • Tubo óptico catadióptrico Skywatcher Maksutov-Cassegrain ∅127/1500mm
  • Diagonal dieléctrica 90º GSO de 2″
  • Ocular GSO CPL ∅42mm Super View Camera Project de 2″
  • Buscador Skywatcher 9x ∅50mm de 90º com retícula
  • Braçadeiras ∅140mm para tubo óptico com piggyback para DSLR (¹)
  • Montagem Equatorial alemã Skywatcher EQ3-2
  • Tripé em aço para montagem equatorial SW
  • Contrapeso de 1kg da Baader-Planetarium para dovetail
  • Câmara Canon 760D
  • Protecção Vidro Temperado para LCD da Canon 760D
  • Grip Canon BG-E18 com duas baterias
  • Tele-objectiva catadióptrica Samyang ∅95mm – DF1000mm f/6.3
  • Para-sol Samyang PH-095S para tele-objectiva Samyang 500mm
  • DHG Filter Dörr UV ∅95mm
  • VOKING ViewFinder LCD VK-VF1

(¹) vão ser substituídas por outras de ∅144mm


[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=6060d0bd_1521121631196]

 

352: Sistema de contrapeso de 1 Kg Baader para dovetail

Desde o ano passado que andava para comprar este contrapeso a fim de o instalar no dovetail do tubo Mak 127 dado que o peso da diagonal dieléctrica 2″, mais oculares, mais Canon EOS 760D, mais tubos extensores, produzem um peso considerável na traseira do sistema. Assim, este contrapeso servirá para equilibrar o balanço entre a frente e a traseira do sistema. Chegará na próxima terça-feira.

Sistema de contrapeso para adaptar a dovetails’s tipo Synta, Vixen, Celestron e outras. Estes contrapesos instalam-se no dovetail que segura o tubo à montagem equatorial. Ideal para equilibrar em astrofotografía ou quando trocamos oculares de pouco peso por outras mais pesadas ou acessórios. Assim, evitamos ter que deslocar o tubo para reequilíbrio. 1 Kg de peso com adaptador a dovetail incluído.



[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=e0f80030_1520614623450]

 

152: Acessórios improvisados

 

Actualização 25/10/2017:

Recebi hoje informação da empresa que me enviou a máscara de Bahtinov numa embalagem toda encarquilhada (directamente da Alemanha) que: “realmente a caixa não chegou em boas condições, quando for assim o melhor será rejeitar“. A “sorte” é que uma caixa enorme como aquela, serviu de “amortecedor” às cacetadas que deve ter levado pelo caminho ou à chegada a Lisboa… Quanto ao papel que envolve as duas faces da máscara, fui informado que: “esse autocolante é para sair, é para não riscar a peça no transporte, pode deixar ficar para conservar melhor, fica ao seu critério“. Consegui retirar o papel auto-colante de uma das faces, ficando a outra face com o papel para “protecção”.

Quanto ao sistema de encaixe no tubo óptico, estas 3 peças são mais “elegantes” que as que “inventei” para a outra máscara (de metal e mais forte, dado que esta é de plástico). Mesmo assim, ainda comprei 3 anilhas porque considerei que a porca ficava muito justa no encaixe e podia saltar:

Como aproveitar os contra-pesos de um telescópio para fazer as mesmas funções mas num tripé fotográfico?

Quem anda pela fotografia digital, sabe que existem alguns modelos de tripés que possuem no final da coluna central, um gancho que serve para prender um saco com areia ou pedras a fim de estabilizar o tripé no exterior, quando tem de utilizar-se tempos longos.

Ora, quem possuir também um telescópio, pode aproveitar os contra-pesos dele para fazer o mesmo efeito, apenas juntando um parafuso hexa, uma porca hexa e um olhal fêmea e está feita a obra.

Aproveitei os contra-pesos da montagem equatorial SW EQ3-2 para os adaptar a um tripé fotográfico – sempre que necessite de o utilizar com as tele-objectivas de 500, 650, 1000, 1300 e 2600mm – e assim estabilizar mais as oscilações mesmo utilizando comando remoto para disparar a câmara.





E o vídeo referente a este arranjo artesanal:


[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[powr-hit-counter id=6ab9d044_1508883297164]

 

151: Sessão lunar 24.Out.2017

 

Antes de iniciar a reportagem da sessão lunar de hoje, lamento o facto de ter recebido hoje, da Alemanha, uma máscara de Bahtinov – a que estava à espera há mais de uma semana -, com uma embalagem incrivelmente martelada (parece ter levado um pontapé ou coisa parecida) e um produto que, tendo custado € 31,00, nem metade desse preço vale. Ficam as imagens do deplorável acontecimento:



E a máscara de Bahtinov em plástico – a outra que mandei vir de Espanha é em metal, embora tivesse de efectuar adaptação para segurar ao tubo Mak 127 -, mas esta que veio hoje revestida com papel que não sei se é para tirar porque não o consegui fazer (estou à espera que a empresa em Portugal me diga como é):

Uma autêntica miséria em termos de qualidade e de sistema de logística, quer na origem, quer na transportadora (e este artigo veio directamente da Alemanha, embora seja made in China!). Mas vamos às imagens de hoje, divididas pelo Mak 127 e pela teleobjectiva fotográfica Samyang 500mm:











[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[powr-hit-counter id=bcbe3cac_1508878319235]