379: Actualização de setup foto-lunar

Efectuadas as últimas instalações, configurações e montagens, o actual setup óptico com que trabalho na fotografia lunar é o que se encontra nas imagens abaixo. A este setup, há a considerar as diagonais de 1,25″, as várias oculares, o adaptador para projecção através de oculares, os filtros planetários, a lente de Barlow Powermate Televue 2,5x, anéis e tubos extensores, adaptadores e conversores de 1,25″ a 2″ e vice-versa, etc..

Na próxima sexta-feira, termina o prazo dado pela Bresser/Alemanha, para dar uma resposta sobre o refractor Bresser-Messier AR ∅102/1000mm que ali se encontra para análise sobre a não focagem da óptica. Veremos qual o desfecho desta situação.







[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=9f56726a_1522065722370]

 

152: Acessórios improvisados

 

Actualização 25/10/2017:

Recebi hoje informação da empresa que me enviou a máscara de Bahtinov numa embalagem toda encarquilhada (directamente da Alemanha) que: “realmente a caixa não chegou em boas condições, quando for assim o melhor será rejeitar“. A “sorte” é que uma caixa enorme como aquela, serviu de “amortecedor” às cacetadas que deve ter levado pelo caminho ou à chegada a Lisboa… Quanto ao papel que envolve as duas faces da máscara, fui informado que: “esse autocolante é para sair, é para não riscar a peça no transporte, pode deixar ficar para conservar melhor, fica ao seu critério“. Consegui retirar o papel auto-colante de uma das faces, ficando a outra face com o papel para “protecção”.

Quanto ao sistema de encaixe no tubo óptico, estas 3 peças são mais “elegantes” que as que “inventei” para a outra máscara (de metal e mais forte, dado que esta é de plástico). Mesmo assim, ainda comprei 3 anilhas porque considerei que a porca ficava muito justa no encaixe e podia saltar:

Como aproveitar os contra-pesos de um telescópio para fazer as mesmas funções mas num tripé fotográfico?

Quem anda pela fotografia digital, sabe que existem alguns modelos de tripés que possuem no final da coluna central, um gancho que serve para prender um saco com areia ou pedras a fim de estabilizar o tripé no exterior, quando tem de utilizar-se tempos longos.

Ora, quem possuir também um telescópio, pode aproveitar os contra-pesos dele para fazer o mesmo efeito, apenas juntando um parafuso hexa, uma porca hexa e um olhal fêmea e está feita a obra.

Aproveitei os contra-pesos da montagem equatorial SW EQ3-2 para os adaptar a um tripé fotográfico – sempre que necessite de o utilizar com as tele-objectivas de 500, 650, 1000, 1300 e 2600mm – e assim estabilizar mais as oscilações mesmo utilizando comando remoto para disparar a câmara.





E o vídeo referente a este arranjo artesanal:


[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[powr-hit-counter id=6ab9d044_1508883297164]