1124: Chove até ao Natal. IPMA emite alertas laranja para quinta-feira

A chuva não vai dar tréguas e nem o Algarve escapa ao mau tempo. Para quinta-feira espera-se mais um dia de precipitação forte e ventos fortes, além de agitação marítima. Protecção Civil alertou hoje para agravamento do tempo no arquipélago dos Açores.

Chuva vai continuar. IPMA prevê avisos laranja para quinta-feira.
© Igor Martins / Global Imagens

A semana começou com chuva e é com chuva que irá continuar, ainda que na terça-feira e até ao final da tarde de quarta-feira esteja prevista precipitação menos intensa, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Se era esperada uma segunda-feira com muita chuva e ventos fortes, o IPMA prevê um cenário mais agravado para quinta-feira, e que irá levar o instituto a emitir vários avisos laranja – que correspondem a uma situação meteorológica de risco moderado a elevado.

Não existem ainda certezas se a chuva irá cair em noite de Consoada, mas “irá ocorrer precipitação em todo país, pelo menos até ao Natal”, confirma ao DN Patrícia Gomes, meteorologista do IPMA.

Quinta-feira é o dia em que a situação meteorológica será mais complicada. “Tudo indica que seja um dia de vento forte, com rajadas, precipitação forte e agitação marítima. O IPMA irá emitir avisos laranja para todas estas situações”, afirma a meteorologista.

Até sábado chove em todo o país, incluindo Algarve

Terça-feira o tempo melhora – esperam-se aguaceiros fracos até ao final da manhã, especialmente no Litoral Norte e Centro do país -, e a partir do final da tarde irá aproximar-se “uma outra perturbação frontal” que irá trazer precipitação fraca, também no Litoral Norte e Centro.

“Esta perturbação irá afectar o território do continente no dia 18 [quarta-feira] com chuva que se espera persistente e forte em alguns locais (regiões Norte e Centro)”.

Até sábado (21 de Dezembro), “tudo indica que haverá precipitação em todo o país, incluindo Baixo Alentejo e Algarve”, sendo sempre mais intensa e persistente nas regiões do Norte e Centro.

“Dias 22 e 23 parece que há uma pausa [na chuva] na região Sul, que depois retoma nos dias 24 e 25 – principalmente nas regiões Norte e Centro. Mas esta é uma previsão a dez dias e poderá ainda sofrer alterações”, alerta a meteorologista do IPMA.

Protecção Civil dos Açores alerta para agravamento do tempo nas nove ilhas

Entretanto, numa nota enviada às redacções, o Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) informa que, segundo o IPMA, “uma depressão a noroeste com deslocamento para leste/sueste vai passar a norte do arquipélago, provocando um agravamento do estado do tempo”.

Para o grupo Ocidental (Flores e Corvo) o IPMA emitiu aviso amarelo por causa do vento entre as 12:00 locais (mais uma hora em Lisboa) de terça-feira e as 00:00 de quarta-feira.

Na quarta-feira aquelas duas ilhas passam a estar aviso laranja no período entre as 00:00 e as 18:00, devido às previsões de vento.

Devido às previsões de ondas de oeste/noroeste de seis a sete metros, as ilhas das Flores e Corvo vão estar também sob aviso amarelo entre as 18:00 de terça-feira e as 00:00 de quarta-feira.

As previsões apontam ainda para ondas de oeste/noroeste de sete a oito metros para o grupo Ocidental, pelo que foi também emitido aviso laranja de agitação marítima das 00:00 de quarta-feira às 06:00 de quinta-feira.

Para as ilhas do grupo Central (Terceira, São Jorge, Pico, Graciosa e Faial), o IPMA emitiu aviso amarelo referente a vento entre as 15:00 e as 21:00 de terça-feira, passando a laranja até às 18:00 de quarta-feira.

As cinco ilhas do grupo Central vão estar igualmente sob aviso amarelo devido às previsões de agitação marítima das 00:00 às 06:00 de quarta-feira, período em que as ondas de oeste/noroeste poderão atingir entre os seis a sete metros.

Depressão Elsa atinge principalmente zonas marítimas

No período entre as 06:00 de quarta-feira e as 00:00 de quinta-feira, o aviso de agitação marítima para o grupo Central passa a laranja, já que as ondas de oeste/noroeste poderão atingir entre os sete a oito metros.

Para o grupo Oriental (São Miguel e Santa Maria) vigora um aviso amarelo por causa do vento entre as 00:00 de quarta-feira e as 06:00 de quinta-feira, prevendo-se ainda agitação marítima, com ondas de oeste de seis a sete metros.

O Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores recomenda que sejam tomadas medidas de auto-protecção.

Entretanto, num comunicado enviado às redacções às 10:27 locais, o IPMA adianta que as rajadas de vento poderão “superar os 100 quilómetros por hora nos grupos Ocidental e Central”.

O comunicado sobre a informação meteorológica acrescenta que a influência da depressão Elsa, nome atribuído pelo instituto, “irá verificar-se especialmente nas zonas marítimas” de responsabilidade nacional e também nos Açores.

Devido ao mau tempo que se fez sentir hoje de madrugada, a Protecção Civil dos Açores adiantou à agência Lusa terem sido registadas na ilha de São Miguel duas quedas de árvore e de um cabo electricidade, situações já resolvidas.

Diário de Notícias
Paula Freitas Ferreira
16 Dezembro 2019 — 12:52

Avatar