661: Noites no Observatório – Universo Misterioso

A sessão terá início com a palestra às 21:30. Após a palestra haverá um pequeno espectáculo de música e efeitos na cúpula do Planetário. As observações astronómicas decorrerão em contínuo ao longo da noite, até às 24:00.


Universo Misterioso

por Tiago Barreiro, do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço

A Teoria da Relatividade Geral de Einstein faz agora cem anos de idade. Foi com ela que começámos a conseguir ler a história do nosso Universo. Nos últimos vinte anos entrámos numa nova era de cosmologia de precisão, nunca se soube tanto sobre o nosso Universo.

Apesar destes progressos, nunca estivemos tão conscientes de saber tão pouco, porque descobrimos que a matéria comum constitui apenas 5% da energia do Universo. Os restantes 95% formam um lado escuro do Universo, constituído de mistério puro. Vamos explorar este lado escuro do Universo e tentar fazer luz sobre o desconhecido.

Nota Biográfica

Tiago BarreiroTiago Barreiro é licenciado em Eng. Física Tecnológica pelo Instituto Superior Técnico e doutorado em Física pela Universidade de Sussex, tendo tido como supervisor Ed Copeland. A sua área de interesse é a cosmologia teórica, tendo trabalhado sobretudo em inflação primordial e em modelos de quintessência. Actualmente o Tiago é investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço e professor na Universidade Lusófona.

As Noites no Observatório são organizadas pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, em parceria com o Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva.

Duração:

3 horas

Entrada livre

Inscrição

Apesar de ter acesso gratuito, a actividade requer uma inscrição obrigatória que pode ser realizada aqui.

Atenção: De forma a garantir que o maior número possível de pessoas possa assistir às nossas actividades, e tendo em conta as desistências sem aviso prévio, serão solicitados por e-mail até dois pedidos de confirmação de presença no evento, por cada inscrição efectuada. A ausência de resposta até 48 horas após a recepção do pedido de confirmação de presença será tomada como uma desistência e a inscrição será cancelada. Por este motivo, esteja atento à sua caixa de correio electrónico de modo a poder confirmar a sua participação nas actividades, quando lhe for solicitado.

Atenção: Deverá levantar uma senha de inscrição na porta do Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva entre as 21:00 e as 21:25 no dia do evento. Após as 21:25, as senhas não levantadas serão atribuídas a pessoas inscritas em lista de espera e, por ordem de chegada, a pessoas sem inscrição.

Importante: 

A existência de observações astronómicas está sujeita às condições meteorológicas. Como têm lugar no exterior, aconselha-se o uso de roupa confortável e quente.

A realização da palestra é independente das observações e as portas abrem meia hora antes do evento.

Receba os anúncios antecipadamente:

O tema da palestra e o programa são divulgados na segunda-feira da semana anterior ao evento. A divulgação é realizada através da página internet do IA, assim como da newsletter do IA. Pode ainda receber os anúncios através da página de facebook do IA assim como do grupo facebook das Noites no Observatório.

Localização

Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva
Museu de Marinha
Praça do Império
Lisboa

Como chegar

De carro
GPS – 38.698140, -9.208919

De autocarro
714, 727, 28, 729, 751 e 201

De eléctrico
15

De barco
Estação fluvial de Belém ( Transtejo)




[vasaioqrcode]
 

620: Noites no Observatório – Mais perto do inatingível

No dia 29 de Setembro de 2018, a sessão mensal das Noites no Observatório celebra a Noite Europeia dos Investigadores 2018.

A sessão terá início com a palestra às 21:30. Após a palestra haverá um pequeno espectáculo de música e efeitos na cúpula do Planetário. As observações astronómicas decorrerão em contínuo ao longo da noite, até às 24:00.


Mais perto do inatingível

por José Afonso, do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço

A Astronomia atravessa hoje uma época de ouro de novas descobertas. Mas a revolução tecnológica que se aproxima promete trazer ainda mais revelações. Novas Terras, buracos negros, o nascimento da primeira luz do Universo e talvez mesmo a descoberta de outras formas de vida – tudo parece estar já no horizonte…

Que temáticas e instrumentos levarão a próxima geração de cientistas a explorar muito mais do Universo do que actualmente? Conheça alguns dos protagonistas desta nova era, tópicos astronómicos e telescópios poderosos que prometem colocar-nos muito mais perto do inatingível…

Nota Biográfica

José Afonso é doutorado em Astrofísica pelo Imperial College de Londres, tendo estudado a formação e evolução de galáxias no Space Telescope Science Institute, Australia Telescope National Facility, no Onsala Space Observatory e mais tarde em Portugal.

Actualmente é coordenador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, e procura ajudar a definir a próxima geração de observações astronómicas para a procura dos primeiros buracos negros no Universo.

Gosta de divulgar as maravilhas da Astronomia e de despertar novas mentes para a Ciência.

As Noites no Observatório são organizadas pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, em parceria com o Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva.

Duração:

3 horas

Entrada livre

Inscrição

Apesar de ter acesso gratuito, a actividade requer uma inscrição obrigatória que pode ser realizada aqui.
Atenção: De forma a garantir que o maior número possível de pessoas possa assistir às nossas actividades, e tendo em conta as desistências sem aviso prévio, serão solicitados por e-mail até dois pedidos de confirmação de presença no evento, por cada inscrição efectuada. A ausência de resposta até 48 horas após a recepção do pedido de confirmação de presença será tomada como uma desistência e a inscrição será cancelada. Por este motivo, esteja atento à sua caixa de correio electrónico de modo a poder confirmar a sua participação nas actividades, quando lhe for solicitado.
Atenção: Deverá levantar uma senha de inscrição na porta do Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva entre as 21:00 e as 21:25 no dia do evento. Após as 21:25, as senhas não levantadas serão atribuídas a pessoas inscritas em lista de espera e, por ordem de chegada, a pessoas sem inscrição.
Importante: 
A existência de observações astronómicas está sujeita às condições meteorológicas. Como têm lugar no exterior, aconselha-se o uso de roupa confortável e quente.
A realização da palestra é independente das observações e as portas abrem meia hora antes do evento.
Receba os anúncios antecipadamente:
O tema da palestra e o programa são divulgados na segunda-feira da semana anterior ao evento. A divulgação é realizada através da página Internet do IA, assim como da newsletter do IA. Pode ainda receber os anúncios através da página de facebook do IA assim como do grupo facebook das Noites no Observatório.

Localização

Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva
Museu de Marinha
Praça do Império
Lisboa

Como chegar

De carro
GPS – 38.698140, -9.208919

De autocarro
714, 727, 28, 729, 751 e 201

De eléctrico
15

De barco
Estação fluvial de Belém ( Transtejo)

Videotransmissão

Pode assistir à sessão a partir de casa acedendo ao seguinte endereço e interagir com o palestrante, colocando as suas questões online.

A videotransmissão das palestras tem o apoio da Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN), unidade da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).

ia-instituto de astrofísica e ciências do espaço
18/09/2018



[vasaioqrcode]
See also Blogs Spacenews and Lab Fotográfico

525: Noites no Observatório – Um Universo nada trivial

A sessão terá início com a palestra às 21:30. Após a palestra haverá um pequeno espectáculo de música e efeitos na cúpula do Planetário. As observações astronómicas decorrerão em contínuo ao longo da noite, até às 24:00.


Um Universo nada trivial

por João Lin Yun, do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço

Em Ciência, são frequentes as ideias erradas que se tornaram crenças populares quase generalizadas. O tamanho da Lua varia ao longo de uma noite? Faz mais calor no Verão porque a Terra está mais próxima do Sol?
Num formato interactivo, nas Noites no Observatório deste mês, venha testar os seus conhecimentos, em família ou em equipa, e descubra aspectos interessantes do que vemos no céu.

Nota Biográfica

João Lin Yun é professor da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e investigador no Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço. É doutorado em Astronomia e Física pela Universidade de Boston e tem-se preocupado com os aspectos humanos da Ciência.

Para além do seu trabalho científico e pedagógico, é um apaixonado pelas manifestações culturais e sociológicas dos povos. Observa com curiosidade a espécie humana, cujo destino se tornou coletivo e global.

As Noites no Observatório são organizadas pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, em parceria com o Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva.

Duração:

2,5 horas

Entrada livre

InscriçãoApesar de ter acesso gratuito, a actividade requer uma inscrição obrigatória que pode ser realizada aqui.
Atenção: De forma a garantir que o maior número possível de pessoas possa assistir às nossas actividades, e tendo em conta as desistências sem aviso prévio, serão solicitados por e-mail até dois pedidos de confirmação de presença no evento, por cada inscrição efectuada. A ausência de resposta até 48 horas após a recepção do pedido de confirmação de presença será tomada como uma desistência e a inscrição será cancelada. Por este motivo, esteja atento à sua caixa de correio electrónico de modo a poder confirmar a sua participação nas actividades, quando lhe for solicitado.
Atenção: Deverá levantar uma senha de inscrição na porta do Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva entre as 21:00 e as 21:25 no dia do evento. Após as 21:25, as senhas não levantadas serão atribuídas a pessoas inscritas em lista de espera e, por ordem de chegada, a pessoas sem inscrição.
Importante: 
A existência de observações astronómicas está sujeita às condições meteorológicas. Como têm lugar no exterior, aconselha-se o uso de roupa confortável e quente.
A realização da palestra é independente das observações e as portas abrem meia hora antes do evento.
Receba os anúncios antecipadamente:
O tema da palestra e o programa são divulgados na segunda-feira da semana anterior ao evento. A divulgação é realizada através da página Internet do IA, assim como da newsletter do IA. Pode ainda receber os anúncios através da página de facebook do IA assim como do grupo facebook das Noites no Observatório.

Localização

Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva
Museu de Marinha
Praça do Império
Lisboa

Como chegar

De carro
GPS – 38.698140, -9.208919

De autocarro
714, 727, 28, 729, 751 e 201

De eléctrico
15

De barco
Estação fluvial de Belém ( Transtejo)

ia-instituto de astrofísica e ciências do espaço

Videotransmissão

Pode assistir à sessão a partir de casa acedendo ao seguinte endereço e interagir com o palestrante, colocando as suas questões online.

A videotransmissão das palestras tem o apoio da Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN), unidade da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).



[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=34665afc_1531904589105]

See also Blog

Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço‎ para Noites no Observatório – Um Universo com ALMA

No deserto do Atacama, no Chile, a 5000 metros de altitude, um dos locais mais secos do mundo, cai uma “chuva” miúda.

É a luz do Universo na banda de ondas rádio de comprimento de onda da ordem do milímetro. Ela poderá revelar-nos as nossas origens, como se formaram as galáxias, incluindo a nossa Via Láctea.

Na era da comunicação, onde existem telemóveis por todo o lado, ouvir este ‘som’ do Universo é só possível em locais raros como este. Foi assim que nasceu o ALMA, acrónimo da designação inglesa Atacama Large Millimeter/submillimeter Array, actualmente o maior radiotelescópio do mundo.

Dele e da ciência que está a ser feita com ele, nos falará Hugo Messias, do ALMA Observatory e do ESO Astronomy. Será neste sábado, nas #NoitesNoObservatório de junho.

+info sobre o ALMA: http://www.almaobservatory.org/

Créditos da imagem: A. Duro/ESO

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=f89df3a0_1530101302416]

476: Noites no Observatório – Um Universo com ALMA


A sessão terá início com a palestra às 21:30. Após a palestra haverá um pequeno espectáculo de música e efeitos na cúpula do Planetário. As observações astronómicas decorrerão em contínuo ao longo da noite, até às 24:00.


Um Universo com ALMA

por Hugo Messias, do Joint ALMA Observatory e Observatório Europeu do Sul

Melhorar o nosso conhecimento sobre o Universo passa por termos acesso, entre outros, a telescópios cada vez maiores. Neste sentido, a colaboração em Astronomia é algo crucial para o desenvolvimento desta área científica.

Numa altura em que os próximos megatelescópios já se encontram em construção, falaremos do Atacama Large Millimeter Array (ALMA) o primeiro destes telescópios a ser inaugurado. Em especial, falaremos  da contribuição do ALMA para um tipo de observações que transformará a Terra num telescópio.

Nesta palestra vamos explorar o potencial imenso destes mega-telescópios, desde a observação do buraco negro super-massivo no centro da Via Láctea, à formação de jactos em galáxias.

Nota Biográfica

O Hugo Messias é Licenciado em Física (ramo Astronomia e Astrofísica) pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, e doutorado em Astronomia e Astrofísica pela Universidade de Lisboa.

Após o seu doutoramento, rumou ao Chile para trabalhar na Universidad de Concepción, com dados do maior radiotelescópio do mundo, o Atacama Large Millimeter Array (ALMA). Entre 2014 e 2016, ao abrigo de uma bolsa de pós-doutoramento da FCT, foi o Cientista responsável do Centro Português de Competências ALMA.

Actualmente, o Hugo trabalha como investigador no ALMA, onde contribui para a ciência produzida por um dos telescópios mais poderosos do mundo.

As Noites no Observatório são organizadas pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, em parceria com o Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva.

Duração:

3 horas

Entrada livre

Inscrição

Apesar de ter acesso gratuito, a actividade requer uma inscrição obrigatória que é realizada exclusivamente online. Para se inscrever, aceda a esta página.
Atenção: De forma a garantir que o maior número possível de pessoas possa assistir às nossas actividades, e tendo em conta as desistências sem aviso prévio, serão solicitados por e-mail até dois pedidos de confirmação de presença no evento, por cada inscrição efectuada. A ausência de resposta até 48 horas após a recepção de um pedido de confirmação de presença será tomada como uma desistência e a inscrição será cancelada. Por este motivo, esteja atento à sua caixa de correio electrónico de modo a poder confirmar a sua participação nas actividades, quando lhe for solicitado.
Atenção: Deverá levantar uma senha de inscrição na porta do Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva entre as 21:00 e as 21:25 no dia do evento. Após as 21:25, as senhas não levantadas serão atribuídas a pessoas inscritas em lista de espera e, por ordem de chegada, a pessoas sem inscrição.
Importante: 
A existência de observações astronómicas está sujeita às condições meteorológicas. Como têm lugar no exterior, aconselha-se o uso de roupa confortável e quente.
A realização da palestra é independente das observações e as portas abrem meia hora antes do evento.
Receba os anúncios antecipadamente:
O tema da palestra e o programa são divulgados na segunda-feira da semana anterior ao evento. A divulgação é realizada através da página Internet do IA, assim como da newsletter do IA. Pode ainda receber os anúncios através da página de facebook do IA assim como do grupo facebook das Noites no Observatório.

Localização

Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva
Museu de Marinha
Praça do Império
Lisboa

Como chegar

De carro
GPS – 38.698140, -9.208919

De autocarro
714, 727, 28, 729, 751 e 201

De eléctrico
15

De barco
Estação fluvial de Belém ( Transtejo)

Videotransmissão

Pode assistir à sessão a partir de casa acedendo ao seguinte endereço e interagir com o palestrante, colocando as suas questões online.

A videotransmissão das palestras tem o apoio da Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN), unidade da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).

ia – instituto de astrofísica e ciência do espaço

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=6019c5d0_1529494626713]

440: Noites no Observatório – Habitar noutros Planetas

26 Maio, 2018 – 21:30 Lisboa

Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva

A sessão terá início com a palestra às 21:30. Após a palestra haverá um pequeno espectáculo de música e efeitos na cúpula do Planetário. As observações astronómicas decorrerão em contínuo ao longo da noite, até às 24:00.

Habitar noutros Planetas

por Pedro Machado, do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço

Já alguma vez se interrogou como será viver noutro mundo? Como poderemos respirar e beber um copo de água em Marte?
Nesta sessão vamos abordar vários desafios que uma colónia humana noutro planeta representa, como é o caso da produção de energia ou de alimentos. Tentaremos perceber se conseguiremos viver de forma autónoma na Lua, ou proteger-nos do vento solar e da radiação cósmica no “planeta vermelho”.
Finalmente, vamos falar de viagens a planetas que orbitam outras estrelas, numa aventura que é sem dúvida do tamanho da humanidade.

Nota Biográfica

A actividade principal de Pedro Machado é focada nas ciências planetárias, mais concretamente no estudo da dinâmica das atmosferas dos planetas do Sistema Solar.

Depois de se formar em Física Teórica na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), completou o mestrado em Astronomia e Astrofísica na mesma universidade. Em 2013 obteve o grau de doutor, em regime de associação entre o Observatório de Paris (França) e a Universidade de Lisboa, com uma tese sobre a caracterização da dinâmica da atmosfera de Vénus.

Actualmente prossegue a sua pesquisa sobre a dinâmica da atmosfera de Vénus, utilizando técnicas de velocimetria Doppler e métodos de seguimento de nuvens (‘cloud tracking’). Os métodos Doppler desenvolvidos e aperfeiçoados no âmbito da sua investigação estão neste momento a ser adaptados para o estudo de outros corpos do Sistema Solar. O seu trabalho tem sido apresentado em várias conferências internacionais e publicado em diversas revistas da especialidade de Astronomia e Astrofísica.

O Pedro é investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), afecto à Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

As Noites no Observatório são organizadas pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, em parceria com o Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva.

Duração:

2,5

Entrada livre

Inscrição

Apesar de ter acesso gratuito, a actividade requer uma inscrição obrigatória que é realizada exclusivamente online. Para se inscrever, aceda a esta página.
Atenção: De forma a garantir que o maior número possível de pessoas possa assistir às nossas actividades, e tendo em conta as desistências sem aviso prévio, serão solicitados por e-mail até dois pedidos de confirmação de presença no evento, por cada inscrição efectuada. A ausência de resposta até 48 horas após a recepção de um pedido de confirmação de presença será tomada como uma desistência e a inscrição será cancelada. Por este motivo, esteja atento à sua caixa de correio electrónico de modo a poder confirmar a sua participação nas actividades, quando lhe for solicitado.
Atenção: Deverá levantar uma senha de inscrição na porta do Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva entre as 21:00 e as 21:25 no dia do evento. Após as 21:25, as senhas não levantadas serão atribuídas a pessoas inscritas em lista de espera e, por ordem de chegada, a pessoas sem inscrição.
Importante: 
A existência de observações astronómicas está sujeita às condições meteorológicas. Como têm lugar no exterior, aconselha-se o uso de roupa confortável e quente.
A realização da palestra é independente das observações e as portas abrem meia hora antes do evento.
Receba os anúncios antecipadamente:
O tema da palestra e o programa são divulgados na segunda-feira da semana anterior ao evento. A divulgação é realizada através da página Internet do IA, assim como da newsletter do IA. Pode ainda receber os anúncios através da página de facebook do IA assim como do grupo facebook das Noites no Observatório.

Localização

Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva
Museu de Marinha
Praça do Império
Lisboa

Como chegar

De carro
GPS – 38.698140, -9.208919

De autocarro
714, 727, 28, 729, 751 e 201

De eléctrico
15

De barco
Estação fluvial de Belém ( Transtejo)

ia-Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=bd21f107_1526902536821]

370: Noites no Observatório

Devido à coincidência de datas entre o último sábado de Março e o fim de semana de Páscoa, a próxima sessão das Noites no Observatório será a 28 de Abril.

No mês de Abril teremos a celebração do 8º aniversário das Noites no Observatório, numa sessão repleta de surpresas.

Se não quiser perder as próximas sessões das Noites no Observatório, subscreva a newsletter mensal IAstro.

Pode subscrever em http://divulgacao.iastro.pt/


[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=4425571e_1521636188740]

Noites no Observatório – "Planeta Terra – catástrofe em câmara lenta"

Público

Planetário Calouste Gulbenkian – Centro de Ciência Viva
Praça do Império, Belém, Lisboa, Portugal

Sábado, 24 de Fevereiro às 21:30 – 0:30
De 24/2 às 21:30 até 25/2 às 0:30

Informações do bilhete
divulgacao.iastro.pt

“Planeta Terra – catástrofe em câmara lenta”, por João Lin Yun, do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço e da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.
Apesar de ter acesso gratuito, a actividade requer uma inscrição obrigatória em:
http://divulgacao.iastro.pt/pt/inscricoes/
A confirmação de presença no Facebook não é considerada como inscrição.

NÃO venha a esta palestra! Ela terá tudo aquilo que você NÃO quer ouvir.
O estado de emergência planetária foi declarado, mas como consumidores, viciados em combustíveis fósseis, tornamos cada vez mais provável a catástrofe que se aproxima e que tornará impossível a civilização humana tal como a conhecemos.
João Lin Yun irá expor os riscos reais que a espécie humana enfrenta antes do meio do século e de que não se fala. Se vier a esta palestra, faça-o por sua conta e risco! Poderá não sair dela intacto!

A sessão terá início com a palestra às 21:30. Haverá depois um pequeno espectáculo de música e efeitos na cúpula do Planetário. As observações astronómicas decorrerão em contínuo ao longo da noite, até às 24:00, se as condições meteorológicas o permitirem.
É necessário consultar a seguinte página para mais informações acerca da actividade:
http://divulgacao.iastro.pt/pt/evento/noites-no-observatorio-planeta-terra-catastrofe-em-camara-lenta/
As Noites no Observatório são organizadas pelo Instituto de Astrofisica e Ciências do Espaço, em parceria com o Planetário Calouste Gulbenkian – Centro de Ciência Viva.
#NoitesNoObservatório
[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=db1f8a30_1518444609313]

 

269: Noites no Observatório – 27 de Janeiro 2018

O programa das Noites no Observatório e informação sobre como se inscrever para o evento, passou a estar disponível no website do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço.

Para consultar o programa deste mês das Noites no Observatório, clique aqui.


OAL – Observatório Astronómico de Lisboa
16 Jan 2018

A insustentável leveza do Universo

por Nelson Nunes, do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço

Neste mês, na sessão das Noites no Observatório, vamos descobrir quais são os truques e métodos pelos quais os investigadores medem as massas da Terra, do Sol e da Via Láctea.

Vamos também saber que o Universo se expande cada vez mais rápido e que essa descoberta nos diz que apenas 5% do Universo é composto de matéria que nos é familiar.

Nota Biográfica

Nelson NunesNelson Nunes é licenciado em Engenharia Física Tecnológica pelo Instituto Superior Técnico, e doutorado em Física pela Universidade de Sussex no Reino Unido.

O Nelson foi investigador em Londres, Minnesota, Cambridge e Heidelberg. Em 1998 foi membro de uma das equipas que nesse ano descobriu que o Universo se encontra em expansão acelerada. Tem trabalhado na construção dos modelos teóricos que tentam explicar a natureza dessa aceleração.

De momento o Nelson é investigador no Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço e leciona na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. É o director do Observatório do Lago Alqueva em Monsaraz.

As Noites no Observatório são organizadas pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, em parceria com o Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva.

Duração:

2,5

Entrada livre

Inscrição

Apesar de ter acesso gratuito, a actividade requer uma inscrição obrigatória que pode ser realizada aqui.

Atenção: De forma a garantir que o maior número possível de pessoas possa assistir às nossas actividades, e tendo em conta as desistências sem aviso prévio, serão solicitados por e-mail até dois pedidos de confirmação de presença no evento, por cada inscrição efectuada. A ausência de resposta até 48 horas após a recepção do pedido de confirmação de presença será tomada como uma desistência e a inscrição será cancelada. Por este motivo, esteja atento à sua caixa de correio electrónico de modo a poder confirmar a sua participação nas actividades, quando lhe for solicitado.

Atenção: Deverá levantar uma senha de inscrição na porta do Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva entre as 21:00 e as 21:25 no dia do evento. Após as 21:25, as senhas não levantadas serão atribuídas a pessoas inscritas em lista de espera e, por ordem de chegada, a pessoas sem inscrição.

Importante: 

A existência de observações astronómicas está sujeita às condições meteorológicas. Como têm lugar no exterior, aconselha-se o uso de roupa confortável e quente.

A realização da palestra é independente das observações e as portas abrem meia hora antes do evento.

Receba os anúncios antecipadamente:

O tema da palestra e o programa são divulgados na segunda-feira da semana anterior ao evento. A divulgação é realizada através da página Internet do IA, assim como da newsletter do IA. Pode ainda receber os anúncios através da página de facebook do IA assim como do grupo facebook das Noites no Observatório.

Localização

Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva
Museu de Marinha
Praça do Império
Lisboa

Como chegar

De carro
GPS – 38.698140, -9.208919

De autocarro
714, 727, 28, 729, 751 e 201

De eléctrico
15

De barco
Estação fluvial de Belém ( Transtejo)

Videotransmissão

Pode assistir à sessão a partir de casa acedendo ao seguinte endereço e interagir com o palestrante, colocando as suas questões online.
A videotransmissão das palestras tem o apoio da Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN), unidade da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).



[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=e96b80db_1516122622001]

 

230: Noites no Observatório – Videodifusão de Palestra (16 de Dezembro 2017)

Na palestra da sessão deste mês das Noites no Observatório vamos descobrir realidades que testam os limites da compreensão e ultrapassam a imaginação humana.

Após a palestra haverá um pequeno espectáculo de música e efeitos na cúpula do Planetário e observações astronómicas com telescópios.

O Universo para além da imaginação, por Fernando Buitrago, do Instituto de Astrofisica e Ciências do Espaço.

Poderá acompanhar a palestra, a partir das 21h30, através da videodifusão em: https://videocast.fccn.pt/live/id_fc_ul/noites_no_observatorio

OAL-Observatório Astronómico de Lisboa
16 Dez 2017