1068: Trânsito de Mercúrio em 2019

 

No dia 11 de Novembro de 2019 ocorre um trânsito de Mercúrio que será visível em todo o território português. Veja aqui os detalhes.

Em Portugal Continental, a duração total do trânsito de Mercúrio aproxima-se das 5h com início cerca das 12h 36 min, o máximo próximo das 15h 20min e o término não será visível uma vez que o ocaso do Sol ocorre pelas 17h 27min. Nas Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores, o fenómeno será visível por completo. Os tempos exactos podem ser consultados no nosso ficheiro sobre o Trânsito de Mercúrio em 2019.

Consulte a nossa página sobre como observar o trânsito de Mercúrio em segurança.

ATENÇÃO: a observação do Sol pode ser perigosa!Seja cuidadoso, certifique-se que conhece todos os perigos e as formas seguras de observar o sol e informe, ajude, quem não sabe.
A população escolar deve ter especial cuidado com a observação do sol durante o trânsito.
Consulte a nossa página com informação completa sobre este tema e técnicas seguras de observação, em colaboração com a DGS e a SPO: OBSERVAR O SOL EM SEGURANÇA

OAL – Observatório Astronómico de Lisboa




 

1054: Raro evento astronómico ocorre na próxima semana (e só se repete em 2023)

CIÊNCIA

NASA

Na próxima segunda-feira, 11 de Novembro, Mercúrio passará entre a Terra e o Sol, protagonizando um raro evento astronómico que não se repetirá em 13 anos.

“Da nossa perspectiva da Terra, só podemos ver Mercúrio e Vénus quando [estes] estão ou passam em frente ao Sol (…) e é por isso que este é um evento raro que não quererá perder”, escreve a agência espacial norte-americana (NASA) na sua página oficial.

A AccuWeather, por sua vez, detalhou que este tipo de movimentação ocorre, aproximadamente “13 vezes a cada 100 anos“, indicando que o próximo fenómeno deste tipo acontecerá a 13 de Novembro de 2031.

De acordo com a NASA, o fenómeno poderá ser observado em quase toda a América do Norte e do Sul, bem como na Europa, África e oeste da Ásia.

Durante o espectáculo, que durará 5,5 horas, Mercúrio será visível sob a forma de um ponto negro que se move em frente ao sol. Para observar evento e tendo em conta o tamanho pequeno do planeta, serão necessários binóculos ou telescópios com filtro solar.

Neste sentido, os cientistas recordam ainda que a observação directa do Sol sem equipamentos especiais de protecção pode causar danos nos olhos e perda de visão.

A este fenómeno chama-se o trânsito de Mercúrio. Por orbitar muito próximo da sua estrela, Mercúrio é difícil de observar. O planeta, em termos de tamanho, situa-se entre a Terra e a Lua, é composto sobretudo por ferro e tem uma atmosfera extremamente fina, formada por hélio, oxigénio, hidrogénio, mas também por sódio e potássio.

Apesar da sua proximidade com o Sol, Mercúrio não é o planeta mais quente (é Vénus), mas tem a maior variação de temperatura, entre -180ºC e +450ºC. Orbita o Sol em 87,97 dias e as suas crateras fazem lembrar as da Lua.

À semelhança de Mercúrio, também Vénus pode passar entre a Terra e o Sol, o que acontece duas vezes em cada cem anos.

ZAP //

Por ZAP
5 Novembro, 2019


 


 

236: Sessão lunar 22.Dez.2017

 

18:30 horas, céu limpo, um pouco de frio, Lua a 17%.

 

 









A imagem seguinte é uma foto do Sol captada apenas com o filtro solar.





[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=d18101bc_1513972255964]

 

210: Sessão solar 04.Dez.2017

Portugal, em pleno Dezembro, tem um Sol de fazer inveja, embora o “briol” também esteja em alta! Para testar o novo filtro solar, saquei uns bonecos, embora não disponha de filtros ópticos solares (muuuuuito caros) e que ainda não estão ao alcance do meu orçamento, por isso, vou contentando-me com estas imagens…



As imagens acima foram captadas com um redutor focal TS 0.5x 2″ o que permitiu “encaixar” o Sol no campo visual da câmara, ou seja, a DF do tubo óptico passou de 1500mm para 750mm.

A imagem seguinte foi captada sem redutor focal e apenas se pode ver parte do Sol.


Filtro solar 130mm


Imagens obtidas com:

  • Câmara Canon EOS 760D
  • Telescópio Skywatcher Mak 127/1500mm
  • Montagem Equatorial SW EQ3-2
  • Ocular GSO SuperView Camera Project Lens 42mm 2″
  • Prisma cenital dieléctrico GSO 2″
  • Filtro Polarizador variável
  • Filtro solar TS Baader 130mm
  • Redutor de focal 0.5x  TS 2″


[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[powr-hit-counter id=f0b1c393_1512408781244]

 

181: Sessão solar 14.Nov.2017

Mais umas fotos ao Sol, cerca das 15:30 horas, das quais escolhi esta:

Com filtro solar artesanal (quando puder, vem um filtro “a sério”…)

Imagens obtidas com:

  • Câmara Canon EOS 760D
  • Telescópio Skywatcher Mak 127/1500mm
  • Montagem Equatorial SW EQ3-2
  • Ocular NPL 25mm Vixen 50º MC
  • Filtro Polarizador variável
  • Filtro solar artesanal

Dada a DF do tubo (1500mm), não consigo “encaixar” o objecto, neste caso o Sol, no enquadramento da câmara. Espero, quando chegar a ocular CPL 42mm 2″, possa aumentar o campo de visão e diminuir o tamanho dos objectos a fotografar, ou sejam, a Lua e o Sol, porque não dá para mais nada no lugarejo onde resido (Lisboa).

Gostaria de saber se alguém conseguiria fazer uma observação minimamente satisfatória nestas condições logísticas:

escarpa do lado esquerdo



corredor de observação com PL do lado dos prédios (candeeiros da rua)



[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[powr-hit-counter id=bed30518_1510674296775]

 

106: Sessões solar e lunar 23.Set.2017

Terminada a sessão solar, daqui a pouco será a vez da lunar. Por enquanto, fica a imagem do Astro-Rei.

a seguir virá a lunar…

Clique na imagem para aumentar


Clique na imagem para aumentar


Clique na imagem para aumentar


Clique na imagem para aumentar





Com Powermate Televue 2,5x


Com Powermate Televue 2,5x


Com Powermate Televue 2,5x


Com Powermate Televue 2,5x


Com Powermate Televue 2,5x


Com Powermate Televue 2,5x


Com Powermate Televue 2,5x


… e termino com uma foto artística…


 
[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=30]

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[powr-hit-counter id=2763ad15_1506184402193]

 

103: Fotografando o Sol

Ainda não está como gosto dado que o Sol estava baixo, mas vou tentando até atingir o que pretendo. Hoje, fico-me com este boneco:



[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=30]

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[powr-hit-counter id=b62f25a8_1506106156412]

 

102: Filtro solar e Televue Powermate 2.5x

Na visita que hoje fiz à Astrofoto, encontrei um filtro solar para o Mak 127 que poderão ver nas imagens seguintes. Também trouxe a lente Powermate 2.5 da Televue (Barlow) e tentei fazer uma imagem ao Sol mas este já estava muito baixo e amanhã vou tentar nova captação.









[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=30]

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[powr-hit-counter id=6b397af6_1506103370706]

 

94: Fotografia solar

No passado dia 24 de Agosto, ainda com o meu antigo telescópio SW Mak 90/1250, tirei várias fotografias ao Sol entre elas, que considero a melhor da série, foi a que insiro de seguida.


Mas atenção que fotografar o Sol não pode ser feito directamente seja com um telescópio ou uma teleobjectiva sem a protecção de um filtro solar apropriado como o que eu utilizei, sempre antes da objectiva do telescópio e nunca na ocular dado que poderá danificar o equipamento.

Claro que é um filtro básico, pois as imagens em que vemos as manchas Solares, protuberâncias, filamentos, granulação, etc., são obtidas com filtros caríssimos, da ordem de mais de 500 euros e são denominados de filtros H-alfa.

Mas já fiquei satisfeito com o resultado desta imagem com um filtro que custou (para o Mak 90/1250) cerca de € 25,00…

Agora, estou à espera de um filtro solar para o telescópio Mak 127/1500 porque quando não houver Lua, sempre se pode apontar ao Sol…


 

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=30]

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[powr-hit-counter id=dc9eac5e_1505758402706]

 

Sessão experimental solar – 24.Ago.2017

Muito difícil, nas condições que disponho e com este equipamento, testar o filtro solar mas aqui fica a tentativa. Quando chegar o próximo equipamento, com ∅127mm (este tem ∅90mm), talvez consiga melhor.

CUIDADO!!! Não tente fotografar o Sol sem a protecção de um filtro solar dado que o sensor da câmara ficará danificado ASSIM COMO OS SEUS OLHOS



Imagens acima tiradas com o Telescópio SkyWatcher Mak 90/1250
Com o mesmo filtro solar, testei o mesmo tema com a tele-objectiva Samyang 500mm com conversor 2x Dörr (1000mm) e o resultado foi este:




Mais logo vem a Lua…

[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=30]

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[powr-hit-counter id=0f753e8c_1503594027637]