1040: Telescópios Ritchey-Chretien

Omegon RC 154/1370 OTA


TS Optics Ritchey-Chretien RC 152/1370 OTA

O design do telescópio Ritchey Chretien é usado em alguns dos telescópios mais famosos como o Hubble, o SLOAN Digital Sky Survey e o LORRI a bordo da sonda New Horizons. Os telescópios RC, como são comummente referidos, usam apenas espelhos hiperbólicos para eliminar erros ópticos, como coma e aberrações cromáticas fora do eixo, enquanto produzem o plano focal mais plano possível, sem lentes. Como eles usam apenas duas superfícies reflexivas, o Ritchey Chretiens também é muito eficiente com a luz em comparação com a maioria dos outros sistemas de telescópios que usam 4, 6 ou apresentam mais superfícies que reduzem a quantidade de luz que atinge o plano focal. Dê uma olhada abaixo para ver alguns prós e contras de comprar um telescópio Ritchey Chretien.

A falta de elementos de lente refractiva permite que esse design do telescópio detecte comprimentos de onda mais amplos do espectro visual, tornando-os muito úteis para medições nos comprimentos de onda ultravioleta (UV), infravermelho próximo (NIR) e infravermelho (IR). Os telescópios RC também são muito modulares, os niveladores de campo estão disponíveis para expandir o círculo corrigido da imagem, os redutores podem ser integrados para taxas focais mais rápidas e as barras podem ser usadas para distâncias focais mais longas.

Com todas essas propriedades em um único telescópio, é fácil ver por que os RCs são extremamente desejáveis ​​entre pesquisadores e astro-fotógrafos avançados.

Vantagens e desvantagens dos telescópios Ritchey Chretien

Vantagens : Eles oferecem imagens de alta qualidade com muito pouca distorção e são ideais para astro-fotografia séria. Eles têm um campo de visão plano, o que significa que os objectos serão muito nítidos até as bordas da imagem. Os RCs geralmente têm tempos de exposição mais curtos que os telescópios similares, como os SCTs, por causa de suas taxas focais mais rápidas. Em tamanhos menores, eles podem ser compactos, leves e fáceis de transportar. Por esses motivos, os telescópios RC são frequentemente usados ​​para pesquisas e imageadores avançados.

Desvantagens : Os espelhos hiperbólicos em um telescópio Ritchey Chretien são muito difíceis de fabricar. Por esse motivo, o custo dos RCs costuma ser muito maior do que outros telescópios de aberturas semelhantes. Eles geralmente são melhores para geração de imagens. Se você planeia usar uma para visualização, geralmente precisará usar uma diagonal com a ocular por causa do ângulo do telescópio ao olhar para o céu nocturno.





 

184: GSO Ritchey-Chretien RC 152/1370 OTA

 
 

Como ontem referi no meu artigo sobre o tubo óptico GSO Ritchey-Chretien RC 152/1370 OTA

184: GSO Ritchey-Chretien RC 152/1370 OTA

falei hoje com uma empresa que me prestou toda a informação sobre o tubo e os acessórios necessários para utilizar com a Canon EOS 760D, ou seja, são necessários:

anel T2 para a Canon


cilindro inserir M42 a 2″


2 extensores de rosca 30mm


isto, para trabalhar com a câmara directamente ao tubo óptico. Para trabalhar com uma diagonal dieléctrica, sem estes extensores e anéis:

diagonal dieléctrica 90º com 99% de reflexão 2″ com adaptador de redução de 2″ para 1,25″



O tubo óptico GSO Ritchey-Chretien RC 152/1370 OTA, se não existirem empecilhos pelo caminho, chegará ainda antes do Natal (não é auto-prenda porque deixei de ligar a estas comemorações) e será instalado a meias (à vez…) com o Mak 127/1500 numa montagem equatorial SW EQ3-2 até chegar uma SW EQ-5.

VANTAGENS ÓPTICAS DE RITCHEY-CHRÉTIEN DE GSO ASTRÓGRAFOS

Design óptico: verdadeiro Ritchey-Chrétien (True RC)

Os astrógrafos GSO Ritchey-Chrétien são autênticos telescópios de reflexão pura. Ao contrário dos sistemas Maksutov ou Schmidt-Cassegrain que têm espelhos esféricos e, por isso, precisam de correctores, ou newtons puros que sempre precisam de um corrector de vírgulas, os sistemas Ritchey-Chrétien são muito bem corrigidos sem lentes corretoras e isso os torna num instrumento ideal para astrofotografia.

Os RCs têm um espelho primário hiperbólico côncavo e um espelho secundário hiperbólico convexo. A imagem resultante é totalmente corrigida em todo o campo enquanto obtém uma nitidez da imagem no eixo óptico muito maior que a alcançada com um Schmidt-Cassegrain ou Newton tradicional.

É por esta razão que os telescópios Ritchey-Chrétien são muito populares para astrofotografia. A configuração Ritchey-Chrétien é o design mais utilizado para telescópios profissionais, como o telescópio Keck de 10 metros de diâmetro localizado no Havaí ou o VLT no Chile. Portanto, a GSO coloca ao serviço dos amadores um design óptico Ritchey-Chrétien, mas sem precisar do orçamento da NASA !!!

Revestimento dieléctrico de alta reflexão de 99% O espelho primário do telescópio GSO Ritchey-Chrétien 6″ é feito de Quartz, que, como o Zerodur, tem um coeficiente de expansão térmica praticamente zero, o que lhe permite oferecer excelente desempenho óptico enquanto a temperatura está caindo quando a noite avança.

Os dois espelhos, tanto primário como secundário, oferecem um coeficiente de reflexão de 99% e trazem um tratamento que protege o espelho contra arranhões e envelhecimento. Em comparação com instrumentos similares, é conseguida uma captura de luz mais efectiva.

Cada kit óptico é verificado pelo fabricante para manter o nível de qualidade óptica. Cada kit óptico é verificado e corrigido manualmente depois de deixar o processo de produção automatizado. Em seguida, o equipamento óptico é verificado com um interferómetro Zygo.


[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[powr-hit-counter id=163c6186_1510914438208]

 

183: GSO Ritchey-Chretien RC 152/1370 OTA

 
 

Deambulando pela Net, chamou-me a atenção as características deste tubo óptico não só pela informação técnica disponível, como pelo seu peso (5,4Kg), muito importante por ser compatível com a minha montagem equatorial SW EQ3-2 (máx. 8Kg).




TS 6″ f/9 telescópio astronómico e móvel – telescópio Ritchey-Chrétien compacto com abertura de 154 mm e distância focal de 1370mm – muito adequado para astrofotografia.

  • Abertura 6 “/ 154 mm
  • Comprimento focal 1370 mm
  • Relação focal f / 9
  • Espelho primário e secundário hiperbólico para uma nitidez muito alta no eixo óptico e um grande campo bem corrigido para astrofotografia
  • Espelhos feitos de sílica fundida para posição de foco estável
  • Revestimento dieléctrico de alta reflexão de 99% no espelho principal e secundário para uma imagem ainda mais brilhante
  • Refrescamento mais rápido graças à construção aberta
  • Barra de cauda de andorinha de estilo Vixen para fácil fixação em montagens adequadas
  • Focagem 2 “Crayford com adaptador de redução de 1,25” e aperto circular
  • Os corretores RC para sensores maiores estão disponíveis opcionalmente

TS-Optics 6 “f / 9 RC Ritchey-Chrétien Telescope

O maior telescópio profissional grande é construído de acordo com o princípio RC. Até recentemente, esses telescópios eram inacessíveis para amadores. Os telescópios RC destinam-se principalmente a astrónomos amadores com interesse fotográfico.

Estes telescópios são perfeitamente adequados para astrofotografia de alta resolução. Claro, um RC também pode ser usado para observação visual. Aqui, o grande campo de visão corrigido também é visível. No total, as estrelas são mais nítidas do que, por exemplo, em um Schmidt-Cassegrain.

As vantagens dos TS-Optics RC telescópios de relance:

  • Espelho primário e secundário hiperbólico para um grande campo de visão totalmente iluminado.
  • Astrofotografia com sensores de câmara de até 30 mm de diâmetro possível sem corrector. Para sensores maiores, como tamanho completo, o Teleskop-Service oferece soluções correctoras prontas para usar.
  • Revestimento dieléctrico de alta reflexão de 99% no espelho principal e secundário para uma imagem ainda mais brilhante.
  • Tempo de resfriamento significativamente mais curto através da construção aberta e da ventilação do espelho primário activo.
  • Desafios internos no tubo para ainda mais contraste.
  • Alto foco traseiro para corretores, redutores e também binoviewers.
  • Focagem Crayford de 2 “de alta qualidade para acessórios de 2” e 1.25 “com anel de compressão

Astrofotografia com o telescópio RC:

Devido ao grande campo de visão corrigido, você pode, por exemplo, usar um DSLR até o formato APS-C sem corretor. Assim, o RC é um sistema de espelho puro para astrofotografia. As imagens se tornam ultrasharp.

O back-focus generoso também permite anexar corretores que recomendamos ao usar sensores de pelo menos tamanho de quadro completo. Você também pode anexar um redutor focal, aumentando ainda mais a velocidade do RC.

Você pode conectar a câmara directamente através de um receptáculo de 2″.

Espelho primário e secundário de vidro de quartzo com 99% de reflectividade e camada de quarteto dieléctrico protector:

O vidro de quartzo não muda suas dimensões se a temperatura mudar. Quando a temperatura muda lentamente durante uma exposição, outros substratos de espelho, como o Pyrex, tendem a uma deformação do espelho e, portanto, a uma mudança do foco. Este problema não existe para espelhos de vidro de quartzo. Assim, o foco é melhor mantido, o que é muito importante para exposições longas. Ambos os espelhos são revestidos com 99% de reflectividade. A imagem é obviamente mais brilhante que a de telescópios com apenas 90% ou 94% de camada de reflexão.

As vantagens dos telescópios TS RC para astrofotografia:

O TS RC astrographa são verdadeiros telescópios Ritchey-Chrétien. Maksutovs e Schmidt-Cassegrains têm espelhos esféricos e precisam de corretores para fazer um grande campo utilizável. Com Schmidt-Cassegrains, você pode ver as aberrações no campo, mesmo quando se trabalha visualmente. Na maioria das vezes, Maksutov-Cassegrains são tão lentos que não são adequados para astrofotografia. Os telescópios RC têm espelhos hiperbólicos primários e secundários. Eles são mais difíceis de fabricar, mas oferecem um campo significativamente mais nítido com menos aberrações em todo o campo.

Por que o telescópio RC é superior aos telescópios Schmidt-Cassegrain com corretores:

Os telescópios Celestron EHD ou Meade ACF precisam de um corrector. Além disso, esses telescópios têm uma placa de Schmidt na parte da frente que é propensa ao orvalho. O RC é um sistema de reflexão pura sem lentes no caminho da luz. Assim, você pode usar a luz completa mesmo na faixa de infravermelhos. A imagem é mais brilhante e os tempos de exposição ficam mais curtos. O campo de um telescópio RC é sem coma por design e relativamente plano.

Nenhum problema de mudança com TS RC telescópios:

Os telescópios com foco através do espelho primário móvel geralmente sofrem com o “problema de mudança”. A imagem muda enquanto foca ou salta mesmo. Até agora, Meade e Celestron têm o problema sob controle, mas o efeito é notável, no entanto. TS telescópios RC não têm esse problema, pois seu espelho primário é corrigido. O foco é feito através de um foco de alta qualidade. Uma vantagem adicional é a distância ideal do espelho primário para o secundário. Isso lhe dá a garantia da melhor imagem possível. Se o espelho primário se move relativamente ao secundário, praticamente nunca terá a distância ideal.

Especificações:

Óptica

Tipo Reflector
Tipo de construção Ritchey-Chretien
Abertura (mm) 152
Distância focal (mm) 1370
Relação de abertura 9
Capacidade de resolução 0,76
Valor limite (mag) 12,7
Capacidade de colectar luz 470
Aumento útil máximo 304
Peso do tubo (kg) 5,4
Comprimento do tubo (mm) 500

Bocal de ocular

Tipo de construção Crayford
Conexão (lado da ocular) 2

Montagem

tipo de montagem sem montagem
Tipo de construção OTA
Controle GoTo não
Rastreamento não

Áreas de uso

Lua & planetas sim
Nebulosas & galáxias sim
Observação da natureza sim
Astrofotografia sim
Sol não aconselhável (só com filtro solar adequado)

Recomendado para

Iniciantes não
Avançados sim
Amadores experientes sim


[vasaioqrcode]

[SlideDeck2 id=1831]

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[powr-hit-counter id=c34593e1_1510878039850]